quarta-feira, 28 de novembro de 2012

O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO SINAL DA BESTA


Além dos sinais da Corrupção do Gênero Humano (Gn 6,11 ) ( Mt 24,37 ) e da Grande Violência, na comparação de Jesus com os dias de NOÉ, o MAIOR SINAL da proximidade do Arrebatamento da Igreja de Cristo, seguida da Grande Tribulação e da conseqüente Volta de Jesus com a Igreja Vitoriosa, para implantar o Reino Milelial ( Zacarias 14,9 ) ( Ap 1,7 ) ( Ap 20,1-6 ),
ESTÁ no BIO-CHIP sendo implantado e,em execução nos países, tais como, REINO UNIDO, Canadá, E.U.A., Austrália, Nova Zelândia, Israel, Hong Kong, China, Indonésia, Macau, Malásia, Filipinas, Cingapura, Tailândia, Índia, Taiwan, Sri Lanka, Costa Rica, Guatemala, Nicarágua, Panamá, Honduras, El Salvador e agora Brasil…

Todas estas informações estão amplamente divulgadas na INTERNET, bastando acessar o GOOGLE, digitando a palavra MONDEX, como pesquisa; Só não vê quem não quer;

Trata-se do cumprimento das Profecias Apocalípticas sobre o SINAL da BESTA, como meio de controle total da Humanidade, pelo ANTICRISTO, durante a Grande Tribulação; (Ap 13,1-18).

É esperado que a União européia adote o sistema de MONDEX como a moeda corrente unificada entre eles. É o que tudo indica as propícias condições geo-econômicas da Região.

A título de informação segue as referências Bíblicas e uma minuta realidade documentada sobre o SINAL da BESTA, extraída da pesquisa, AMPLAMENTE divulgada no Google:

MONDEX
MON = monetário – pertencendo a dinheiro.
DEX = DEXTER – pertencendo ou localizado na mão direita

O bio-chip mede 7mm de comprimento e 0.75mm em largura, mais ou menos o tamanho de um grão de arroz. Contém um transponder e uma bateria de Lítio recarregável. A bateria é recarregada por um circuito de termopar que produz uma corrente elétrica com flutuações da temperatura do corpo.

Pense um pouco: Eles gastaram mais de 1,5 milhões de dólares nos estudos para saber o melhor local para colocar este bio-chip no corpo humano.

Eles só acharam dois lugares satisfatórios e eficientes – a TESTA, de baixo do couro cabeludo, e a parte de trás da mão, especificamente a MÃO DIREITA, em conseqüência de fator temperatura ideal  para o bom funcionamento do CHIP;

Eles estão produzindo atualmente um bilhão de bio-chips MONDEX por ano e eles já estiveram em produção durante pelo menos um ano.

As Chances são que quando você estiver lendo isto, seu banco já assinou com o MONDEX e estará promovendo-o brevemente, não importa onde no mundo você vive.

Eles descobriram que se o chip estivesse no cartão, haveria alguns problemas sérios. O chip podia ser cortado e informações seriam mudadas ou falsificadas.

Os valores podem ser alterados, pode ser quebrado, roubado ou perdido. O cartão deverá sair fora de uso dentro de alguns anos, PRINCIPALMENTE durante o Governo do AntiCristo.

A solução final será ter um bio-chip simplesmente colocado dentro do corpo humano como eles fazem agora com o implante de bio-chip de rastreamento de animais (GPS SISTEM).
NFOPET é umas das várias companhias que provêem uma seringa que realiza o implante indolor do bio-chip injetando na pele do animal.

O bio-chip pode ser lido por um escâner e o código identifica o seu dono expondo o código em um computador.

O sistema pode localizar mais de 1 bilhão de animais por satélites ou por torres da telefonia celular.

O CÓDIGO DE BARRAS E O SINAL DA BESTA:
Modernamente todos os produtos e serviços são comprados e vendidos com um Código de Barras
Considerando que não é prático colocar um microchip em todo produto, que é sempre comprado e vendido com um Código de Barras, que faz este trabalho muito bem.

O que a maioria das pessoas não percebe é que este também é o “sinal da besta” colocado sobre os produtos que nós compramos, usamos e dispomos todos os dias! Todo Código de Barras contém os números 666.

Você achará um de duas versões do SINAL. O mais comum tem 10 números divididos em duas partes. E outros terão 6 números. Em ambas versões há 3 barras grossas identificadas. Essas barras são 6, 6, e 6. Estes são chamados de barras de guarda , eles mandam um sinal para o escâner no começo, dividindo a barra, e parando a leitura.




PARA CONHECERMOS O PASSADO, O PRESENTE E O FUTURO, NÃO PRECISAMOS CONSULTAR NENHUM ADIVINHO, CARTOMANTE OU GURU… BASTA ABRIRMOS A BÍBLIA!

“E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte”. (Ap.13,16) (ler Ap 13,14-16).
“Foi-lhe concedido também dar fôlego à imagem da besta, para que a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.” (Ap 13,15).

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. (Apocalipse. 13,18).”

Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome.” (Ap 14,9-11).

Diante de fatos amplamente do conhecimento geral das Lideranças cristans, causa-me espanto o ENTORPECIMENTO ASSUSTADOR;

Reitero que todas estas informações científicas foram extraídas através de pesquisa no Google, através do nome MONDEX.

Em ( 24/10/2007 ) recebi um novo Cartão do Banco, para substituir o antigo. Na Carta que acompanhou o Cartão, vieram informações sobre a Vantagem do Cartão, em relação ao antigo, pela inclusão de um CHIP.

O CHIP no Cartão é o primeiro estágio. O próximo será o BIO-CHIP

Estamos vivendo o cumprimento de uma revelação profética e apocalíptica sobre o Sinal da Besta, entretanto nenhuma voz se levanta para alertar sobre este perigo, de forma abrangente e constante.

Desdenhar a realidade é o mesmo que não querer se submeter à razão

O ENIGMA DO SETENTA É UMA VOZ QUE CLAMA…NO DESERTO

Se A REALIDADE do cumprimento desse PROFÉTICO BIO-CHIP não é suficiente para convencer os que não acreditem na Bíblia como Palavra de Deus e os Descrentes, então não resta outra solução se não o cumprimento do PROFÉTICO JUÍZO DE DEUS

Só tem uma saída para o PROBLEMA do BIO-CHIP:

Ser um arrebatado por Jesus, MUITO EM BREVE, porque após o Arrebatamento, virá o ANTICRISTO com o BIO-CHIP.

É ESPERAR PARA VER OU SE PREPARAR PARA PARTIR.
Estar preparado para partir é estar com os pés no chão e o coração na Obra do Senhor;
Estar com os pés no chão é não ficar ansioso, mas viver naturalmente, como ensinou Jesus;
Viver naturalmente é continuar projetando, planejando, executando e desfrutando do trabalho e trabalhando para a Obra da Salvação, porém, consciente da exigüidade do tempo.

CONCLUSÃO

O Bio-Chip é do tamanho de um grão de Arroz;

Ele vem com uma novidade “vantajosa”, que eliminará qualquer necessidade de usar documento ou dinheiro;

A solução final será ter um bio-chip simplesmente colocado dentro do corpo humano como eles fazem agora com o implante de bio-chip de rastreamento de animais (GPS SISTEM).
Já é usado como inibidor de seqüestro por empresários em vários Países;

“E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte” – Ap 13,16;

MON – Monetário – relativo a dinheiro
DEX – DESTER – Localizado à mão direita

Muitos são os Sinais do Cumprimento da Volta de Jesus (Mateus 24,32-44), mas o BIO-CHIP é a maior evidência de que está muito próximo o Arrebatamento de Igreja de Cristo (1ª Cor 15,50,58), seguido da Grande Tribulação (Mateus 24,15- 27), e, da Volta Gloriosa da Igreja, após passar pelo Tribunal de Cristo (2ª Cor 5,10) (Rm 14,10), e conseqüente início do Reino Milenial (Zc 14,9) (Ap 1,7) (Ap 20,1-6 ), como cumprimento da última SEMANA  PROFÉTICA do Profeta Daniel (Dn 9,24-27 ).


DOUTRINA DA IGREJA - LIÇÃO 13 – INIMIGOS DA IGREJA




“As portas do inferno”

“Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” Mt 16,18.

                                                                                                                                                               I.      INTRODUÇAO.

Ao declarar que “as portas do inferno” não prevaleceriam contra a Sua Igreja, nosso Senhor estava nos informando que os inimigos da Igreja não teriam mais força eu ela. “Portas do inferno” é tradução de “portas do hades” ou “portas da morte”. A palavra grega hades, traduzida por “inferno”, ocorre dez vezes no NT, e é uma das palavras usadas para descrever as regiões escuras e sombrias nas profundezas da terra, onde estão os espíritos separados do corpo.

Em Gn 3, o Criador colocou inimizade entre a serpente e o descendente da mulher (Gn 3,15), que é Cristo, enfrente inimigos ferozes.

Nesta lição, abordarei três desses inimigos que vem como “portas do inferno”, tentando prevalecer contra a Igreja de Jesus Cristo.

                                                                                                                                                              II.      IDEOLOGIAS.

Ideologia é o conjunto de idéia que orienta as ações sociais de uma pessoa ou grupo. Em nosso século, a ideologia que prevalece é o pós-modernismo. Esse sistema ideológico deve seu nome às mudanças ocorridas nas ciências, nas artes e nas sociedades avançadas 1950, quando se encerra o modernismo. Acompanhe algumas heranças do pós-modernismo e a resposta bíblica a cada uma.

1.      Secularização.

Secularização” é sair do religioso para secular. É o mesmo que dizer que Deus não domina, mas, sim, o mundo. Quando se faz pesquisa ou censo sobre religiosidade humana, nota-se que está crescendo muito o numero dos “sem religião”.

Resposta bíblica – Melhor que a secularização é fé verdadeiramente cristã: Deus é uma pessoa; Jesus Cristo é Deus e a vida eterna está em Jesus – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3,16). Stanley Jones escreveu: “Há um Deus, e eu preciso concordar com Ele”.

2.      Consumismo.

Muitas pessoas são bem pagas para nos convencer de que tudo o que temos não tem tanto valor se ainda não termos o que elas estão oferecendo. Esse consumismo procura gerar em nós a compulsão para comprar, mas não nos da os meios de concretizar esses desejos.

Resposta bíblica – Melhor que o consumismo é o contentamento e os olhos voltados para os valores do reino de Deus (Mt 6,33; 1Tm 6,6-10).

3.      Pluralismo Religioso.

Uma frase de Stanley Jones explica tudo: “Religião é o homem buscando a Deus por isso há muitas religiões; mas o evangelho é Deus buscando o homem, por isso há um só evangelho”.

Resposta bíblica – Melhor que o pluralismo religioso é a certeza de que Jesus Cristo é suficiente. Ele é o único Caminho (Jo 14,6; 1Tm 2,5). A Bíblia afirma que Jesus “pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, porquanto vive sempre para interceder por eles.” (Hb 7,25).

4.      Privatização.

Compreende-se por privatização o processo pelo qual a pós-modernidade produziu um abismo entre a vida pública e privada (particular). A privatização permite que indivíduos compensem, na vida privada, o que publicamente são proibidos de fazer.

Resposta Bíblica – Melhor que a privatização é saber que a Igreja é “propriedade exclusiva de Deus” (“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.”- 1Pd 2,9); que Deus não divide Sua glória com ninguém (“Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não a darei, nem o meu louvor às imagens esculpidas.” – Is 42,8); e que os olhos do Senhor estão em todo lugar (“Os olhos do Senhor estão em todo lugar, vigiando os maus e os bons.” Pr 15,3).

5.      Relativismo Moral.

Quem determina o que é moral ou imoral ou amoral? Eles dizem que a linguagem é incapaz de comunicar exatamente uma verdade! Linguagem não comunica verdades absolutas.

Resposta Bíblica – Melhor que o relativismo moral é conhecer a Verdade Absoluta que é Jesus e a Palavra de Deus. O mundo, por seus próprios conhecimentos, jamais conhecerá a verdade (“Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus salvar pela loucura da pregação os que crêem.” 1Cor 1,21). Os valores de Deus são imutáveis (“Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai.” (1Jo 2,24).

                                                                                                                                                               III.      HERESIAS.

O apóstolo Paulo escreveu sobre o perigo do “vento de doutrina” (“para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro.” – Ef 4,14); Jesus profetizou: “porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mt 24,24); e Jo advertiu a Igreja cerca dos enganadores (1Jo 2,26; 3,7).

O que é uma heresia? O sentido básico do termo é “escolha”. Com o passar dos anos tomou o sentido de uma doutrina ou interpretação teológica que alguém adota, mas é respeitada como falsa. As heresias deturpam os pontos essenciais, fundamentais ou inegociáveis da fé cristã.

1.      A Tri-Unidade de Deus – “Eu e o Pai somos um.” – (Jo 10,30).

Há muitos que não aceitam o fato de Deus ser eternamente subsistente em três pessoas. Na historia da Igreja sempre houve controvérsias acerca da Trindade. Alguns achavam que eram três deuses, enquanto outros pensavam que é um Deus que num momento se apresenta como Pai, noutro como Filho, e, por ultimo como Espírito Santo. Os primeiros cristãos não queriam perder o seu monoteísmo judaico. Todavia, o testemunho Bíblico é muito claro: “São, assim, três os que dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue; estes três dão o mesmo testemunho.” (1Jo 5,7-8). Na trindade não há diferentes níveis de divindade, e sim diferentes funções.

2.      A Bíblia como autoridade final – “Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;” – (2Tm 3,16).

Alguém já chamou a Bíblia de “a mãe das heresias”. Muitas seitas citam a Bíblia, ou criam seu próprio livro “sagrado” a partir das Escrituras. Mas as heresias surgem quando não aceita a Bíblia como autoridade final. Muitas religiões até citam a Bíblia, mas a palavra final  vem de seus lideres, e não da Palavra de Deus.

3.      Divindade eterna de Jesus Cristo – “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus.” – (Jo 1,1).

Historicamente, a Igreja passou 400 anos enfrentando as chamadas “controvérsias criptológicas”.  Na verdade, precisavam responder a uma pergunta: “quem é Jesus Cristo?” E muitos criaram varias doutrinas estranhas á fé bíblica, algumas das quais negavam que Jesus Cristo é Deus. Essa negociação contradiz totalmente a nossa fé.

4.      Mediação exclusiva de Jesus Cristo – “Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem” – (1Tm 2,5).

Quantos caminhos existem para levar o homem à plena comunhão e paz com Deus? A Bíblia responde que “há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem” (1Tm 2,5). Quantos “santos” são colocados como mediadores! Mas quando olhamos para a cruz encontramos um só homem ali pregado; Jesus Cristo.

5.      Morte expiatória e ressurreição corporal de Jesus Cristo. – “Eu vos transmiti primeiramente o que eu mesmo havia recebido: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; foi sepultado, e ressurgiu ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” – (1Cor 15,3-4).

Infelizmente alguns, através dos séculos, têm negado a verdadeira causa da morte de Cristo, o que é uma grande heresia. A cruz é o centro da fé cristã. A mensagem central do verdadeiro cristianismo é esta: “Cristo morreu por nossos pecados” (1Cor 15,3). A maior glória do evangelho é que os filhos de Deus sabem o que fazer com seus pecados: depositam ao pé da cruz. Podem ter a plena convicção que seus pecados estão perdoados – “Se reconhecemos os nossos pecados, (Deus aí está) fiel e justo para nos perdoar os pecados e para nos purificar de toda iniqüidade.” (1Jo 1,9).

                                                                                                                                                             IV.      APOSTASIAS.

O apóstata è alguém que abandonou a fé. O termo foi usado na Grécia Antiga para descrever o soldado que se revoltava contra seu próprio exercito. No AT foi usado para a rebeldia contra Deus – “Valeu-te este castigo tua malícia, e tuas infidelidades atraíram sobre ti a punição. Sabe, portanto, e vê quanto te foi funesto e amargo abandonar o Senhor teu Deus e não ter tido mais temor algum de mim - oráculo do Senhor JAVÉ dos exércitos.” (Jr 2,19); “Por que persiste esse povo de Jerusalém em perpétua loucura? Obstinam-se na má fé, recusando converter-se.” (Jr 8,5). Por que as pessoas abandonam a fé.

1.      Perseguição – (Mt 24,9-10; Mt 13,20-21).

Lemos e ouvimos sobre pessoas que sofrem (e ainda sofrem em nossos dias) por amor a Cristo. Todavia há muitos também que negaram seu Senhor quando enfrentaram angustias e perseguições. É importante ressaltar que “perseguições” não significam, necessariamente, alguém nos ameaçando de morte ou espancamento. Calúnias, difamações e mentiras também são formas de perseguição.

2.      Mundanismo – (2Tm 4,10; Tg 4,4).

Tiago faz a expressa declaração que “aquele que quer ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tg 4,4); e João completa dizendo que: “Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai.” (1Jo 2,15). O recado está bem dado.

3.      Fé superficial – (1Jo 2,19).

Impressionamo-nos quando ouvimos de alguém que estava na igreja há tantos anos e, de repente, se desviou. Mas devemos nos lembrar que Jesus falou do que foi semeado no solo rochoso que “não tem raízes, é inconstante.” (Mt 13,21ª). Estar na igreja há muitos anos não é sinônimo de uma fé profunda. O escritor aos Hebreus se surpreendeu com seus leitores quando, devido ao tempo decorrido ainda estavam se alimentando de leite, quando deveriam se banquetear com alimento sólido (Hb 5,11-14).

4.      Rejeição à boa consciência – (1Tm 1,19-20).

Observemos bem esta expressão do apóstolo – “rejeitando a boa consciência”. Esteja certo de que a rejeição da “voz” da consciência. O apelo da Escritura é para que “hoje se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações” (Hb 3,7-8.15). Ninguém se desvia da verdade “da noite para o dia”. É sempre resultado de um processo.

5.       Prosperidade – (Dt 32,15; Sl 62,10).

Sabemos que cristãos se afastam de Deus muito mais em tempos de abundancia do que nos de escassez. Charles Swindoll afirmou que existem dois períodos difíceis na vida do cristão: o da adversidade e o da prosperidade; dos dois, disse ele, o ultimo é o mais difícil. É muito fácil se esquecer de Deus em tempos de fartura. Perguntem aos israelitas, eles conhecem isto bem de perto (Dt 8,17-20; Jr 2,13).

6.      Vergonha de ser cristão – (2Tm 1,15-16).

O Senhor Jesus Cristo advertiu: “Porque, se nesta geração adúltera e pecadora alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os seus santos anjos.” (Mc 8,38). Observe que Jesus fala dEle e de Suas palavras. Veja que contra-senso uma geração adúltera e pecadora se envergonhar de Cristo e Suas palavras! Não teria de ser o contrário?

7.      Problemas inter - pessoais – (Mt 5,,21-26; Mt 18,15-20).

Infelizmente, muitos se esquecem que não podem afirmar que estão em comunhão com Deus quando não estão em comunhão com seus irmãos. Vários textos bíblicos confirmam esta verdade cristã (Hb 12,14-15; 1Jo 3,15; 4,20); mesmo assim, eles se enganam acreditando que problemas de relacionamento entre irmãos nada tem a ver com o desviar-se da verdade. A essência de perdão e reconciliação entre irmãos quebra a comunhão com o Pai celestial, e isto leva muitos a se desviarem da verdade.



                                                                                                                                                                V.      CONCLUSAO.

As ideologias, as heresias e as apostasias têm prejudicado a Igreja de Cristo desde a sua instauração. Mas a palavra do próprio Senhor dessa Igreja e Sua presença nela – “estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.” (Mt 28,20) – são garantias de que as portas do inferno jamais prevalecerão contra ela.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

PAIS NA BÍBLIA - JOQUEBEDE – Uma Mãe de Muita Coragem




Era apenas um bebezinho, frágil e indefeso, totalmente dependente de pessoas adultas para sobreviver. Enquanto olhava o corpinho de seu lindo bebê, um misto de apreensão e alegria transpassava o coração de Joquebede. “Como poderei salvar a vida desta criança”, ela pensava.

Além de toda opressão que Faraó impingia aos israelitas, ainda dera ordem aos soldados que jogassem no rio Nilo todos os meninos que nascessem das mulheres hebréias – “Então ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nascerem lançareis no rio, mas a todas as filhas guardareis com vida” – Ex 1,22. Joquebede imaginava que tal coisa pudesse acontecer a seu filho recém-nascido.

Aos poucos, Deus foi lhe ajudando a manter a calma, coordenar os pensamentos e aquietar um plano que pudesse livrar seu filho de morte tão prematura. Para tarefa tão difícil, precisou contar com a ajuda dos outros filhos maiores. Era um problema de familiar e deveria ser resolvido através da família.

Por 03 longos meses o bebê ainda pode ser escondido – “A mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que ele era formoso, escondeu-o três meses” – Ex 2,2. Arão e Miriã, as crianças mais velhas, foram devidamente orientadas pela mãe e souberam guardar segredo sobre a existência de seu irmãozinho, mas a criança crescia saudavelmente  e logo seu choro poderia ser ouvido com mais facilidade.

Joquebede era uma mulher cheia de fé e muito temente a Deus, que certamente contava com ajuda dos céus para que o plano de salvar a vida de seu filho continuasse a dar certo.

Uma mãe cheia de criatividade e coragem


Certamente, à medida que os dias se passavam e o menino crescia, Joquebede pensava na maneira como salvar seu filho. Um caminho se abria aos seus olhos – o rio Nilo. Apesar do perigo por causa dos crocodilos, ela sabia que várias mulheres estariam às margens do rio, lavando roupas, pegando água ou se banhando, inclusive a princesa do Egito! Por isso, sem hesitar, “não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou para ele uma arca de juncos, e a revestiu de betume e pez; e, pondo nela o menino, colocou-a entre os juncos a margem do rio” – Ex 2,3. Que criatividade daquela mulher! Era uma situação emergencial, e alguma providencia precisava ser tomada, e ela assim o fez, com inteligência. Joquebede não ficou sentada, lamentando a situação, ela tomou providencias, ela trabalhou, ela se determinou a fazer algo para resolver a situação.


E que coragem teve ela ao  entregar seu filho às perigosas águas do Nilo! Mas era necessário, e ela tinha fé suficiente para crer que Deus estaria cuidando dele.

Você crê que Deus também está cuidando de cada filho seu? Que a vida de seus filhos depende mais das providencias de Deus que das suas? É claro que temos o dever de proteger e cuidar de nossos filhos, mas a vida deles está nas mãos de Deus.

E qual tem sido a nossa atitude diante das dificuldades que enfrentamos com os filhos? Ficamos desesperados, sem ação, lamentando, ou nos enchemos de coragem, nos armamos com o escudo da fé e enfrentamos os problemas, sabendo que Deus sempre está no controle da situação?

O destino do menino estava selado. Em sua onisciência e onipotência, Deus conduzia os planos os planos de Joquebede – “Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus” – Ex 3,6.

Embora nem sempre entendamos as conseqüências das atitudes dos homens, como a matança dos bebês, ordenada pelo Faraó. Deus é sempre soberano e a tudo conduz.

“Assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos” Is 55,9.

Uma mãe que acreditava nos milagres de Deus


Ao colocar seu bebê nas águas do rio Nilo. Joquebede certamente  acreditava num milagre vindo dos céus. Só mesmo pela interferência divina poderia acontecer assim. E o  milagre veio completo. Deus é maravilhoso e não faz nada pela metade. Por isso aquele cesto foi encontrado nas águas por ninguém menos do que a filha do Faraó – “A filha de Faraó desceu para banhar-se no rio, e as suas criadas passeavam à beira do rio. Vendo ela a arca no meio os juncos, mandou a sua criada buscá-la. E abrindo-a, viu a criança, e eis que o menino chorava; então ela teve compaixão dele, e disse: Este é um dos filhos dos hebreus” – Ex 2,5-6. Quando sua criadas tiraram o cesto das águas e mostraram o que havia dentro dela imediatamente se interessou por aquele lindo bebê, mesmo reconhecendo ser filhos dos hebreus. Impressionante! A sucessão de fatos inesperados e  fantásticos não para. Miriã, a irmã mais velha, havia ficado  a sorte da pequena criança e, muito esperta e rápida, aproximou-se da princesa e ofereceu ajuda para procurar uma mulher hebraica para cuidar da criança e amamenta-la até que fosse desmamada – “Então a irmã do menino perguntou à filha de Faraó: Queres que eu te vá chamar uma ama dentre as hebréias, para que crie este menino para ti?” – Ex 2,7. A vontade de Deus é, sem duvida, a maior que a ironia do destino, e o menino volta aos braços de sua mãe, que agora receberia um salário para criar a criança, e ao seio de sua família sem que ninguém mais  pudesse interferir nisto, porque estava sob a  proteção da filha do Faraó – “Respondeu-lhe a filha de Faraó: Vai. Foi, pois, a moça e chamou a mãe do menino. Disse-lhe a filha de Faraó: Leva este menino, e cria-mo; eu te darei o teu salário. E a mulher tomou o menino e o criou” – Ex 2,8-9. Dá para imaginar a alegria e o sentimento de gratidão a Deus que louve naquela família, como eles tiveram de louvar o Senhor, porque tudo aquilo era realmente um milagre divino.

Quando pensamos que nós e nossos filhos sobrevivemos ao mundo violento, inseguro e doente de hoje, também temos que enxergar tudo como um milagre. Não importam os perigos que estão ao redor, Deus faz pequenos milagres no dia a dia de nossos filhos e os preserva.

Filhos para o serviço do Senhor.

Somente depois de ser desmamado, sendo já grandinho, é que ele foi definitivamente adotado pela princesa, à época em que recebeu o nome de Moisés, porque diz ela: “Porque das águas o tirei”- Ex 2,10.

Deus preservou a vida daquele menino porque tinha planos para ele. Aqueles anos passados na casa de seus pais foram de extrema importância. Ali, ele recebeu educação e orientação espiritual, conheceu Deus e aprendeu a amá-lo e respeitá-lo, aprendeu a conhecer sua vontade e obedecer-lhe; ai aprendeu que Deus é um Deus de milagres.

Após deixar a casa dos pais, Moisés foi educado de acordo com o costume real, em todos os ensinos do Egito. Em tudo isto estava a mão de Deus. Anos mais tarde, Moisés estaria preparado para ser o libertador do seu povo, os hebreus, e dar fundamento à nação israelita.

Além de Moisés, Arão também teve grande participação na libertação do povo da escravidão do Egito –  “Então foram Moisés e Arão e ajuntaram todos os anciãos dos filhos de Israel; e Arão falou todas as palavras que o Senhor havia dito a Moisés e fez os sinais perante os olhos do povo. E o povo creu; e quando ouviram que o Senhor havia visitado os filhos de Israel e que tinha visto a sua aflição, inclinaram-se, e adoraram. Então Moisés e Arão foram ter com Faraó, e fizeram assim como o Senhor ordenara. Arão lançou a sua vara diante de Faraó e diante dos seus servos, e ela se tornou em serpente.” – Ex 4,29-31 e Ex 7,10 – e Miriã se tornou profetisa – “Então Miriã, a profetisa, irmã de Arão, tomou na mão um tamboril, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris, e com danças” – Ex 15,20. Joquebede mostrou através de sua vida a presença de Deus de uma forma tão forte a seus filhos, que eles nada mais puderam fazer em suas vidas a não ser servir a Deus. Isto é maravilhoso!


Você tem criado seus filhos na presença de Deus? Eles estão aprendendo, em casa, a servir a Deus? Como mães e pais cristãos temos tido o cuidado de dar a educação espiritual necessária pra que eles aprendam a temer, amar a Deus servi-lo? É um privilegio e uma alegria muito grande quando podemos ser instrumentos do Senhor para levar nossos filhos ao conhecimento e à fé em Jesus Cristo, ensiná-los a orar diariamente e buscar direção para suas vidas na Palavra de Deus. Deus preserva a vida de nossos filhos para sua honra e glória.

Quem dera pudéssemos  ver todas as mães e pais tendo como objetivo maior para a vida de seus filhos servir e honrar a Deus, em vez de ganhar muito dinheiro e colocar ai seu coração. Pois “Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração” – Mt 6,21.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

CRISTO REI


Jô 18.33-37

33 - Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus?
34 - Jesus respondeu: Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim?
35 – Disse Pilatos: Acaso sou eu judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?
36 – Respondeu Jesus: O meu Reino não é deste mundo. Se o meu Reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu Reino não é deste mundo.
37 – Perguntou-lhe então Pilatos: És, portanto, rei? Respondeu Jesus: Sim, eu sou rei. É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo. Todo o que é da verdade ouve a minha voz.


Comentário

O texto de hoje nos mostra que Jesus vai voltar como Rei universal para fazer o julgamento, a separação final. Jesus separará uns dos outros, assim como os pastores separa as ovelhas dos cabritos. As ovelhas seriam os que praticam o bem e ficará à direita, sinal de salvação, enquanto que os cabritos são os que praticam o mal e ficará à esquerda como sinal de condenação. Portanto precisamos ser pessoas boas, ter misericórdia e solidariedade para com os outros para assim ganhar a salvação.